Coluna da Lois

      
                             Saudações.

            Aqui começa uma fase nova na minha carreira de jornalista. Como todos sabem meu nome é Lois e por anos a fio eu fui a principal repórter do Planeta Diário, onde inclusive ganhei um prêmio Pulitzer. Porém por mais que as pessoas achassem que eu era totalmente bem sucedida isso não passava de uma falácia. É triste estudar 4 anos e meio de jornalismo e então ver que todo esse período com a cara nos livros me levou apenas a escrever sobre um homem que usava uma sunga vermelha e gritava um slogan cafona de "Ao alto e avante". Isso é refrão de filme adulto!! Está certo que ele salvou meu pescoço algumas milhares de vezes e até mesmo o planeta, mas ninguém merece esse fardo de escrever a vida toda sobre um cara que usa capa. Capa!!
          Okay, isso tudo fica para trás. Recomeçar é difícil, ainda mais quando se carrega um estigma tão forte. Por essa razão decidi imergir de corpo e alma numa realidade totalmente diferente no qual pudesse de vez me livrar da sombra do homem-de-aço. Passar um Bombril nisso!
          Vim para o Brazil e ainda estou me adaptando com esse povo de terceiro mundo tão alegre e festeiro. Amam abraçar, estão sempre com um sorriso na boca por mais que tenham muitos problemas. Todos adoram um bar após o expediente, o pessoal aqui da portaria vive me convidando para um tal de "boteco" e para "dar uma rapidinha", que gentis, um dia ainda aceito o convite e poderei me socializar melhor. Agora porém é foco no meu novo trabalho. Desembarquei no Rio de Janeiro e após pegar um táxi com um sujeito baixinho e narigudo chamado Luciano - que sabe-se lá porque estava me filmando e perguntando da minha vida... Mandei "se ferrar!!" - consegui chegar na redação de um dos maiores jornais desse país: A Folha de São Paulo. Acreditam que eles não quiserem me dar um emprego? Disseram que não importava se eu tinha na minha vida pregressa entrevistas com o Superman, eles queriam alguém que já tivesse entrevistado alguém tipo a Debóra Secco, aí sim... Me pergunto quem é essa pessoa e quantas realidades já deve ter salvo na vida. Enfim... Bati na porta de muitos jornais e até mesmo alguns programas de TV. Um deles - TV Fama com um moço simpático de peruca - quase me contratou oferecendo me um emprego ao lado de um homem chamado Frotinha, que dizem, é o Super-Homem dos trópicos. Sei não...
         Com alguns contatos consegui negociar com uma empresa chamada ErriBíEsse de um lugar chamado River Great of the South que tinha um jornal chamado Zero-Hours. Eles falaram que não era uma MArtha Medeiros da vida, mas que tinha lugar para mim no Diário Gaúcho. Soltei um grito agudo de alegria. Diário sempre me lembra coisa boa e eu topei o trabalho na hora. E aqui estou com um coluna semanal onde poderei escrever para vocês leitores. O redator-Chefe - Milton Saldanha - comentou-me que és um jornal com foco sensacionalista e que gosta de explorar as mazelas da sociedade. Nõ se preocupem que não serei sensacionalista, de forma alguma nunca foi o meu forte. Ele complementou dizendo que se eu pudesse de alguma forma falar mal de Alvorada ganharia uma comissão, não entendi essa parte...
        Continuarei morando no Rio, amei esse lugar, mas sempre mandarei por e-mail as pautas jornalísticas que os chefes do sul mandarem. Espero poder agradar a todos, e até a primeira matéria da sua amiga de todas as horas...

                                                                                                          Lois Lane
                                                                                                          Repórter
         
Continuem acompanhando a coluna semanal da Lois Lane em terras brazucas num jornal fictício - Que por coincídencia tem o mesmo nome de um jornal de verdade do Rio Grande do Sul que tem capas como ESSA, mas que em momento nenhum me influenciou em nada. Lembrando que isso é um blog de humor e por isso não deve ser levado muito a sério. Fora isso para quem não souber, a foto da garota que encarna o papel de Lois nesses posts é a atriz Amy Adams que está escalada - Pelo diretor?! - para viver no cinema a mocinha por quem o azulão vive babando. Feito tal comentários só me resta dizer...

Toma Rumo Guri!!

1 comentário

Mah em 4 de abril de 2011 06:03

Mor, eu AMEEEEI!!
Tá muito divertida essa coluna, além de ser bem irônica. Eu vi quinta que ela tinha sido escolhida pra ser a Lois, e no fim nem lembrei de te contar. Prefiro ela de Giselle ("Encantada"). u.u

Vou ficar aguardando ansiosamente pela segunda edição dessa coluna. Ri demais!

=**