Braindead


   E aí, belezinha? Como estão os preparativos para o Natal? Podíamos lançar o desafio de quem ouve Simone mais vezes sem se afogar ou cortar os pulsos com bolacha maria... Venho hoje agitar os ares no blog mais bacanudo da blogosfera, que anda meio parado, cês não acham? Reclamar com a chefia, assim não dá. Cadê nossa amiga Lois Lane e os momentos mais constrangedores do mundo dos quadrinhos? Humpf!
   Aposto que como eu, todos devem ter notado que o cinema não tem nos oferecido boas opções de filmes. Éé, a coisa tá ruim, há rumores de que vem filme do Restar por aí... A solução é encontrarmos outras alternativas de lazer e tudo é válido, até fazer bola com meleca de nariz. Ah, vai dizer? Melhor que gastar aí uma boa quantia de dinheiro em programa inútil. Porém, como minha criatividade me permite ir um pouco além, ver um bom filme em casa tem se saído muito mais divertido. E as minhas séries de tv preferidas também. @SuperGuri e eu tamos revendo Full House desde a primeira temporada e é gargalhada certa nos nossos finais de semana. Fora isso, passar jogando é a solução que todo nerd encontra para momentos de diversão e gamemaníaco como ele, não poderia ser diferente. Eu vou acompanhando e tentando entender, não é pelo fato de ser leiga no mundo dos games que terei desinteresse.
   Outro dia enchi tanto o saco dele para baixar um filme que ele não aguentou as doses de pentelhação e acabou baixando as calças, uhuu!!. Produção assinada por ninguém menos do que Peter Jackson, o longa de "terror" marcou minha infância por uma das cenas mais engraçadas que já vi na vida.


   Título Original: Braindead/Dead Alive
   Lançamento: 1992
   Direção: Peter Jackson
   Duração: 104 min.
   Gênero: Terror/Trash/Gore
   Elenco: Timothy Balme, Diana Peñalver, Elizabeth Moody, Ian Watkin



   O filme já começou engraçado porque era dublado mas tinha partes em áudio original, por exemplo o começo. Resultado: passamos um bom tempo procurando vídeos de como sincronizar a legenda com o filme. Mas voltando ao enredo. Uma simpática senhora, ao espionar o encontro do filho, vivido por Murilo Rosa, com a sua namorada Paquita ilarilariêôôô, é mordida por um macaco-rato da Sumatra. Legal que a velhinha não deixa por menos e esmaga a cabeça do bicho com o salto do sapato, haha. Depois desse evento ela adoece muito e morre em seguida, voltando como zumbi. O filho, muito amoroso e apegado à mãe, resolve cuidar dela escondido de todos. Mas mesmo depois de morta a velha é esperta, sempre dá um jeitinho de atacar alguém e assim vai se espalhando a contaminação, até chegar na situação hilária do Murilinho cuidando de uma casa cheia de zumbis. O padre e a enfermeira zombie se apaixonam e fazem um bebê que é uma verdadeira praga... o que era para nos assustar mais faz é rir. O cara resolve contar para a namorada o que se passa e eles resolvem matar os zumbis com veneno (?). Só que não era veneno e as criaturas voltam com tudo, atenção para a mamãe do cara, que ressurge como uma super zumbi 3000 acabando geral com a galera. Muita ação, sangue, amor e uma grande revelação do passado.
   A maioria dos comentários que li sobre o filme foram de surpresa pelo diretor ser o mesmo de uma super produção, ganhadora de tantos Oscar (filmes ruins pra caramba, minha opinião). Tem gente que fica até constrangida ao saber. Outros justificam que era início de carreira, todos têm um passado negro. Mas vou dizer uma coisa: se o Jackson tivesse se especializado em filmes gore, seria fã de carteirinha dele. Excelente produção, e ainda conta com atores brasileiros e até mesmo jornalistas no elenco, huhu...

Beijos da Bezerrinha

5 comentários

Danii em 22 de dezembro de 2011 10:44

Aaaahhhhh eu sabia que tinha hoje!!!! Sério que ele é o diretor?? :o

Bezerrinha em 22 de dezembro de 2011 10:46

Tá, agora tu tem vigiado meus passos? Até me assustei...
É sim, problem?

Bezerrinha em 22 de dezembro de 2011 10:47

Te dar um autógrafo meu, huhu.

Danii em 22 de dezembro de 2011 11:09

é que você me disse que tava escrevendo entao eu fiquei esperando pra ver em qual saia, hehehehehe. Eu quero um autógrafo sim, mas só quando voce fizer o meu blog :D

Anônimo em 22 de dezembro de 2011 11:33

huuum.... sexy..