Vota Abestado 2012 - Parte 1


Ok. Para ler esse post você deve ver primeiro isso aqui:

E isso aqui:



 Para começar está bom, lhe situei da situação de nosso pleito eleitoral. Não vou tecer comentários batidos que a situação brasileira está preta, pois nossos representantes são verdadeiros palhaços - Literalmente, vide o Tiririca - ou que o simples fato de um jingle somente não ser capaz de desmoralizar propostas decentes. O que quero abordar é algo mais profundo e que talvez esteja passando despercebido a todos. Meu nome é dr. Guri e esse é o meu consultório sobre o que pensam os políticos sobre nós, um verdadeiro raio-x de como acham que funcionam nossa mente (às vezes acertadamente). Os políticos nada mais são do que nós (eu sei, eu sei, nem todos...) com grandes poderes. E isso você também sabe e conhece a falta de conhecimento deles do conselho do tio Ben, trazendo reflexos que consomem uma nação com um potencial gigante. Agora o que precisamos mesmo nos ater é que o palhaço da história em suas mentes deturpadas somos nós. E agora vejamos como funciona tudo isso... Uma certa vez li uma charge em que (procurei pelo Google e infelizmente não a achei, o que é uma raridade na era da tecnologia instantânea...) aparecia um outdoor com um Power Ranger (Era o Tommy minha mente grita em itálico nerd) fumando ao mesmo tempo que dava uma voadora. Na janela da empresa de tabaco aparecia os sócios conversando algo do tipo: "Você não acha que vão reclamar que incentivamos os adolescentes a tão maléfico vício" e o outro que aparentava ser o cabeça de tudo rebatia que "Não são os adolescente nosso foco nesse outdoor", e isso é muito óbvio. Na tira existia uma lição de moral que as propagandas tentavam ser descoladas para serem apreciadas por todas as faixas etárias, quanto menor melhor. Era necessário cativar um novo público. Usei essa alegoria só para usar um exemplo: O povo brasileiro não amadureceu. Faz até sentido se pegarmos o fato de que eleições democráticas existem há tão pouco tempo no nosso país, um povo acostumado a ser mandado e desmandado perante militares no poder. E do capacho ao bobo da corte foi apenas uma metamorfose onde somos mais mariposas desnorteadas e manipuladas do que borboletas da livre democracia e tivemos um presidente corrupto apenas porque um dos candidatos de uma época aparentemente distante atraiu muito do nosso povo feminino votando pela aparência e simpatia. Congelem os salários. Enfim, não quero e nem posso me estender muito no assunto, mas queria deixar registrado esse pensamento de que os políticos acham que somos ingênuos o bastante para votar neles porque um jingle é bonitinho e nos lembra nossa infância casta ou ainda que por ele ter rede social e ser militante na grande rede mundial que tudo vê, mas nada penera vamos usar um filtro em nossas cacholas que bloqueará qualquer informação a respeito de suas propostas - e mais importante seu passado político - e assobiaremos felizes no fim de outubro suas musiquinhas enquanto apertamos o famigerado botão verde que decide governos que caem e os que sobem. O que me empertiga é que talvez votaremos em todos. Pois é, está na hora de crescermos.

 E fica aqui uma homenagem a todos nós.


O Pateta abraçado a esse homem poderia muito bem ser representado pelo povo.

 Toma Rumo Guri!!

1 comentário

MB em 15 de agosto de 2012 17:29

Falaste o que algumas pessoas que possuem uma coisa chamada noção devem ter percebido com clareza desde as eleições 2010. Claro que o Tiririca é o melhor exemplo a ser dado, mas porque era uma eleição de nível federal. O que são esses vereadores aí, fazendo papel de palhaço e a gente, o povo, de besta? O pior é que muitos serão eleitos, pois a um povo imbecil se dá o que este merece. Vergonha alheia pelo país em que nasci e me criei.

Abraço, Truta.